Sistemas de Recepção de Saque

Atletas-BRASILEIRAS-NA-RECEPÇÃO-DO-SAQUE

A recepção do saque é o primeiro elemento de jogo que se realiza dentro da sequência “recepção – levantamento – finalização”. Isso significa que é, portanto, o primeiro contato que uma equipe tem para construir o seu ataque e recuperar o saque.

A importância de uma boa recepção de saque, encontra-se na construção de um ataque bem-sucedido, uma vez que se a recepção for mal feita, a bola não vai chegar ao levantador nas condições certas para organizar um ataque efetivo.

O gesto técnico mais utilizado na recepção é a manchete.

Sistemas de recepção são estruturas ou sistemas que são utilizados para neutralizar o saque do adversário enviando a bola para o levantador nas melhores condições possíveis para a execução do levantamento, possibilitando a realização de uma finalização mais precisa e eficiente.

Sistema de recepção em “W”:

Sistema de recepção em "W"
Sistema de recepção em “W”

 

O sistema de recepção utilizado por equipes iniciantes é o sistema de 5 jogadores em “W”, porque é a maneira mais fácil de proteger os espaços de quadra das ações de saque do adversário.

Neste sistema cada jogador (posições #1, #2, #4, #5 e #6) é responsável pela recepção da bola numa área correspondente a um circulo com o raio de 2 metros à sua volta. Neste sistema o jogador da posição 3 não deverá participar nas tarefas de recepção, ficando desta forma disponível para a realização do passe.

sistema de recepção em w

 Dependendo do tipo de saque do adversário, flutuante ou com efeito, a posição dos jogadores deverá ser recuada (para recepção de um saque mais potente) ou mais avançada (para recepção de um saque flutuante).

É o principal sistema utilizado em equipes iniciantes pela facilidade de ensino, e o grau de participação de todos os jogadores.

A evolução dos sistemas de recepção tem o intuito de diminuir o número de receptores, devido os seguintes motivos:

A) Remoção de um receptor fraco;
B) Proteção de um atacante da ação de saque do adversário;
C) Sobrecarregar uma determinada área da quadra com vários finalizadores;
D) Facilitar a penetração, aproximando o levantador da rede, facilitando a sua passagem para a zona de levantamento;
E) Mais liberdade para realizar a recepção;
F) Executar ataques mais rápidos e reduzir as zonas de interferência.

Sistemas de recepção em semicírculo:

sistema em semi circulo
sistema em semi circulo

Neste sistema cada jogador (posições #1, #2, #4, #5 e #6 ou “1, #2, #4 e #5) é responsável pela recepção da bola numa área correspondente a uma fatia de terrena que vai desde a linha central até à linha de fundo.

Sistemas com 4 receptores:

Este tipo de recepção é geralmente organizado para liberar tanto o levantador quanto um atacante. Existem duas variantes:

Sistemas com 4 receptores
Sistemas com 4 receptores

1) Estrutura em semicírculo: 2 + 2, onde 2 receptores são os principais e 2 receptores são assistentes.

2) Estrutura do diamante: 3 +1.

recepção diamante
recepção diamante

Sistemas com 3 receptores:

O levantador, o atacante de meio e o atacante oposto são liberados, portanto, as ações de recepção do saque adversário ficam sempre sob a responsabilidade dos dois receptores principais mais o defensor central. A estrutura geralmente tem a forma de “V” ou “V” invertido.

Sistemas com 3 receptores
Sistemas com 3 receptores

Sistema com 2 receptores:

Este é o mais utilizado por equipes masculinas nacionais ou internacionais com saque flutuante do adversário. Nele as recepções devem ser muito precisas.

Os pontas são os responsáveis pela recepção, e os atacantes de meio e o oposto são protegidos, para que se preocupem somente com seus ataques.

Com o advento da função de líbero houve um fortalecimento maior neste posicionamento devido à especialidade deste jogador, que participa com os pontas neste rodízio.

Be the first to comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: