Líbero

Líbero

Sérgio Dutra Santos
Sérgio Dutra Santos

O termo líbero é uma das posições do voleibol indoor introduzida por último cronologicamente em 1997 pela FIVB; trata-se de um termo invariável em todos os outros idiomas e onde suas características de atuação é jogar somente no fundo de quadra (posições 1, 6 e 5) no lugar de um dos jogadores de fundo e é especializado nos fundamentos de recepção e defesa: as limitações de seu jogo o impedem de desenvolver todos os outros fundamentos, exceto levantamento em suspensão. Portanto:

  • não pode sacar;
  • não pode concluir uma ação de ataque (de nenhuma parte da quadra) se a bola estiver acima do bordo superior da rede (ou de seu prolongamento horizontal);
  • se o líbero efetuar um levantamento invadindo a zona de ataque (à frente da linha dos três metros) um outro jogador não pode concluir uma ação de ataque golpeando a bola completamente acima do bordo superior da rede (esta imitação deriva da exigência de excluir o líbero do uso muito frequente do levantamento, que se efetua na zona de ataque como penúltimo toque da equipe).

As substituições do líbero são ilimitadas e devem ser efetuadas antes do apito para o serviço, sem solicitar autorização ao árbitro. A permanência do jogador líbero está sujeita à rotação do titular de quem ele toma o seu lugar, tendo que, necessariamente, colocá-lo quando ele volta à primeira linha (posição 4). Normalmente, no voleibol moderno, o líbero entra no lugar do central do fundo e permanece na quadra até que, no rodízio, o outro central vá para o fundo (e, hipoteticamente, o líbero iria para a zona de ataque), dando lugar para aquele central que havia sido substituído; o líbero volta no rali seguinte, novamente no lugar do central do fundo.

Quando o levantador se encontra defendendo uma bola de um oponente ou estiver em apuros porque está longe ou no chão, geralmente intervém livre para driblar (atrás da linha de 3 metros, ou fora da zona de ataque) para que tenha ainda quatro jogadores disponíveis para o ataque.

Be the first to comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: