Rexona-AdeS enfrenta o Molico/Nestlé para tentar chegar ao decacampeonato da Superliga

 

Rexona-AdeS enfrenta o Molico/Nestlé para tentar chegar ao decacampeonato da Superliga

Equipe comandada por Bernardinho disputará sua 11ª final seguida neste domingo, na Arena HSBC
 
Fotos: FofãoBernardinho
Crédito: Marcio Rodrigues/MPIX
 
Rexona-AdeS e Molico/Nestlé disputarão o título da Superliga feminina 14/15 neste domingo (26.04), a partir de 10h, na Arena HSBC. Com nove conquistas na competição, o time carioca, que já é o maior vencedor da história, busca agora o decacampeonato e para isso espera contar com a força da torcida carioca, que promete lotar o ginásio, no maior público em uma partida do time carioca e no segundo maior público da história das decisões entre as mulheres.
 
Uma das estrelas do confronto deste domingo, a levantadora Fofão comemora poder marcar seu nome novamente na história do Rexona-AdeS e da Superliga. Seja por este ser seu último jogo como profissional no Brasil e também por ela ter participado também da decisão com o maior público da história, quando atuava pelo Minas, na temporada 01/02, quando o Mineirinho recebeu mais de 21 mil pessoas.
 
“É arrepiante jogar em um ginásio com tanta gente. É a valorização do nosso trabalho. As pessoas virão até aqui para nos ver jogar. É um grande privilégio fazer parte disso. Fico muito feliz por estar batendo recorde de alguma coisa novamente (risos). E a melhor maneira de agradecer ao público é dando o nosso melhor, fazendo o nosso melhor dentro de quadra”, disse Fofão.
 
Experiente, a levantadora do Rexona-AdeS sabe que terá uma pedreira do outro lado. Justamente por isso, quer contar com o sétimo jogador para começar a partida com alguma vantagem.
 
“Precisamos tirar proveito, trazer esse grande público para junto do nosso time e ter isso como uma vantagem. E só jogando com alegria conseguiremos. Temos que colocar fogo no jogo para que a torcida faça a diferença. Temos que fazer a nossa parte, fazer jus ao público presente”, afirmou a campeã olímpica, fazendo um pedido e uma promessa aos fãs do Rexona-AdeS.
 
“Espero que nossos fãs tragam muita alegria e que torçam muito por nós. Eles verão um jogo de altíssimo nível e nos ajudarão muito com seu apoio, seu incentivo. Da minha parte e das minhas companheiras, podem esperar muita vontade e muita garra. Isso não faltará”, encerrou Fofão.
 
Histórico de confrontos
Ao longo da história da Superliga, Rexona-AdeS e Molico/Nestlé se enfrentaram 74 vezes, com 41 vitórias para o time carioca e 33 para o paulista. Mas o retrospecto positivo, que poderia dar um incentivo a mais para que a equipe comandada por Bernardinho busque o decacampeonato, ficará apenas no papel.
 
“Isso não representa nada para esta final. O Sesi venceu Osasco na fase classificatória esta temporada e perdeu as duas partidas das semifinais. É um novo momento e o passado acaba não contando. Enfrentaremos um time experiente, com campeãs olímpicas e que mostrou crescimento. Temos certeza é que o público será sempre brindado com um belo espetáculo, repleto de grandes campeãs. As pessoas poderão saborear mais um grande jogo que esse confronto entre essas duas equipes proporcionará no domingo”, analisou Bernardinho.
 
INFOGRÁFICO REXONA-ADES
Disponibilizamos um infográfico com curiosidades sobre os nove títulos de Superliga conquistados pelo Rexona-AdeS. A arte traz quais jogadoras foram eleitas a melhor em quadra nas finais, as maiores pontuadoras, as jogadoras que mais conquistaram títulos, os maiores públicos, os adversários das nove decisões, os palcos das finais, as decisões com maior duração, além da campanha da equipe nos nove triunfos.
 
O arquivo está disponível no link a seguir: Infográfico Rexona-AdeS
  

Be the first to comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: