Rexona-AdeS vence a segunda no Sul-Americano de clubes e avança às semifinais

 

Rexona-AdeS vence a segunda no Sul-Americano de clubes e avança às semifinais

Time comandado por Bernardinho superou o San Francisco Xavier, da Bolívia, por 3 sets a 0 e segue firme na luta pelo bicampeonato
 
Fotos: 010203040506
Crédito: Márcio Rodrigues/MPIX
 
Sem surpresas, o Rexona-AdeS fez novamente o que se espera do atual e maior campeão do vôlei feminino brasileiro. Nesta quinta-feira (05.02), diante do San Francisco Xavier, da Bolívia, em partida válida pela segunda rodada do Sul-Americano de clubes, que está sendo disputado em Osasco, venceu por 3 sets a 0 (25/5, 25/12 e 25/5). Agora, a disputa pelo primeiro lugar do grupo B, onde está o time carioca, será contra o Villa Dora, da Argentina, nesta sexta. Ambas equipes venceram seus dois confrontos e já estão classificadas para as semifinais.
 
Mantendo a estratégia de dar ritmo para mais jogadoras do elenco, Bernardinho escalou a equipe com Bruna, Roberta, Mayhara, Juciely, Drussyla, Regiane e Amanda, que está atuando como líbero. E as meninas, mesmo diante de um adversário nitidamente mais fraco, mostraram ao treinador que podem contar com elas sempre.
 
“Essas partidas como a de hoje são importantes para treinarmos nosso nível de concentração. É claro que sabemos da diferença do nível técnico das equipes, mas isso não pode influenciar em nossa concentração. Ontem, por exemplo, no primeiro set, não estávamos tão concentradas e acabamos errando algumas coisas. Hoje já fomos bem melhor. Além disso, para mim, é muito válido poder ter mais experiência de jogo com algumas jogadoras que não consigo ter nos treinos. Isso deixa todo mundo mais confiante para as partidas mais difíceis que teremos pela frente”, analisou a levantadora Roberta, que deu lugar a Giovana no terceiro set.
 
Titular nos dois primeiros jogos do Sul-Americano de clubes, a meio de rede Mayhara destacou a importância das oportunidades que ela e outras companheiras tiveram aqui em Osasco.
 
 “Está sendo ótima a experiência. Apesar de enfrentarmos times mais fracos, usamos as partidas para termos mais ritmo. Isso será fundamental para, caso eu seja solicitada para ajudar minhas companheiras em um confronto mais complicado aqui no Sul-Americano ou até na Superliga. Acredito que fizemos um bom papel nessas duas partidas e mostramos que, independentemente dos adversários, entramos em quadra focadas, concentradas”, disse Mayhara.
 
O confronto que definirá o primeiro colocado do grupo B do Sul-Americano de clubes, entre Rexona-AdeS e Villa Dora, da Argentina, será realizado 30 minutos após o término do jogo entre as donas da casa e o San Martin, do Peru, que está marcado para 19h30. As duas partidas terão transmissão do SporTV.
 

Be the first to comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: