JOYCINHA COMANDA A RECUPERAÇÃO DO KGC NA LIGA COREANA DE VÔLEI FEMININO

JOYCINHA COMANDA A RECUPERAÇÃO DO KGC NA LIGA COREANA DE VÔLEI FEMININO


Depois de 12 derrotas seguidas, brasileira marcou 113 pontos em três jogos


O ano de 2014 não foi bom para o KGC. A equipe da brasileira Joycinha amargou uma sequência de 12 derrotas seguidas na Liga Coreana de Vôlei Feminino e em nenhum momento conseguiu se encontrar em quadra. Mas 2015 chegou e com ele bons ventos. Ou melhor, poderosos ataques. Em três jogos, a brasileira marcou 113 pontos e vem sendo a grande comandante da equipe em seu processo de recuperação.

Neste início de ano, o KGC entrou em quadra três vezes e conseguiu duas vitórias, perdendo apenas para o Hyundai, líder da competição. Para Joycinha, o comportamento da equipe vem mudando dentro de quadra e por isso os resultados estão aparecendo.

– O time está se fechando e as meninas estão se ajudando. Temos um time muito jovem e que ainda precisa melhorar muito, principalmente no passe. Perdemos jogos importantes por causa disso. Mas sinto que comportamento da equipe está mudando. Se continuarmos assim vamos buscar outras vitórias importantes – disse a atacante brasileira.

Na última partida, vitória por 3 sets a 1 contra o Pink Spiders, Joycinha fez impressionantes 47 pontos. No último set, vencido por 25 a 20, fez 16 pontos e teve 63% de aproveitamento.

– Começamos mal o jogo, mas conseguimos nos recuperar. Não falo muito coreano, mas conheço algumas palavras. Fui dando apoio para as meninas, pedindo concentração e conseguimos virar e jogar bem. Conseguimos organizar o time e a vitória foi muito importante – contou Joycinha.

Agora, nesta quarta-feira, o desafio é contra o IBK, time de Hooker. No outro confronto entre as duas equipes, a americana levou a melhor e venceu por 3 sets a 0. Mas o desempenho de Joycinha foi também acima da média: 44 pontos.

– Perdemos muito por causa da irregularidade do nosso passe. Espero que agora seja diferente. O time da Hooker é muito forte, candidato ao título, mas podemos complicar a vida delas – concluiu Joycinha.

Be the first to comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: