Sesi-SP esquece derrota e quer nova sequência positiva

Sesi-SP esquece derrota e quer nova sequência positiva

Confronto contra o Campinas, quarta, coloca time perto dos líderes

 

Foto: Divulgação Sesi-SP

 

A derrota no sábado para o Minas Tênis Clube estava completamente fora dos planos. Além de quebrar a sequência de bons resultados, o resultado de 3×2 para os adversários deixou o time de vôlei masculino do Serviço Social da Indústria (Sesi-SP) longe dos líderes. Mesmo sem ter perdido a quarta colocação, a equipe viu o Taubaté abrir 6 pontos de diferença na terceira posição, e agora precisa se recuperar contra o Brasil Kirin, nesta quarta-feira (03/12), em Campinas, às 19h. Se já seria um jogo difícil, para o oposto Theo se transformou em decisão e o Sesi-SP terá que partir para cima e arriscar bem mais.

 

“Já seria um jogo onde teríamos que correr mais riscos e sacar melhor. Agora mais ainda. Vai ser um confronto mais complicado que os que pegamos até agora, pois é um adversário que está muito bem, jogando muito bem e sofreu apenas uma derrota, ainda assim apertada. Precisamos jogar melhor do que estamos jogando”, disse Theo, que acredita que o tempo do Sesi-SP mostrar seu melhor vôlei já passou.

 

“É a hora de se afirmar. Já era para estarmos melhor na Superliga. Fizemos uma sequência boa, mas tivemos uma caída. Mas já passou da hora de o time ter um padrão melhor e mais definido”.

 

O técnico Marcos Pacheco concorda com seu atacante. De acordo com o comandante, o Sesi-SP realmente ainda não engrenou na competição e ganhar do Brasil Kirin pode ser exatamente o ingrediente que falta.

 

“Eu acho que esse ano infelizmente ainda não conseguimos uma regularidade, ser o Sesi-SP de sempre. O Sesi-SP sempre brigou pela ponta na tabela. Esse ano ainda não conseguimos ser o time que todos esperam e que nós esperamos. Não conseguimos uma regularidade. Estamos tendo resultados não compatíveis. Mas o campeonato é longo e teremos oportunidades. E esse é um jogo importante para isso. Nosso objetivo é estar no pelotão de frente e para continuar assim, passa por uma vitória quarta. Uma derrota nos deixa longe dos líderes e com uma proximidade perigosa do sexto, além da perda quase certa do quarto lugar. Esse jogo vale isso. Vale mais do que três pontos. Vale brigar ali na frente ou, numa derrota, um distanciamento muito grande dos líderes. Ganhar do Brasil Kirin se tornou mais importante por isso”, finalizou Pacheco.

 

O jogo de quarta-feira terá transmissão pelo Sportv. Após a partida, o time retorna para São Paulo e se prepara para mais um confronto fora de casa, contra o São José dos Campos.

 

Be the first to comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: