Brasil faz o dever de casa e atropela a Bélgica em 1h08min no Grand Prix

br_bel

 

Diante do rival mais fraco desta fase final do Grand Prix, disputada em Tóquio, no Japão, o Brasil cumpriu com sua obrigação. Rápida e mortal, a seleção feminina venceu a Bélgica por 3 sets a 0, precisando de apenas 1 hora e 8 minutos em quadra para garantir o placar de 25-10, 25-12 e 25-12.

O time europeu, sem tradição de grandes resultados no vôlei, foi só um pequeno degrau na caminhada brasileira para tentar o título, que vai ser definido até domingo. No sábado, às 3h (de Brasília), o Brasil encara a Rússia. No domingo, às 7h, enfrenta o Japão, dono da casa. Ambas as partidas serão as decisivas para garantir a taça.

O resultado foi importante para manter o Brasil dependendo apenas dos próprios resultados para conquistar o 10º título do Grand Prix. Depois de derrota na estreia, para a Turquia, o cenário parecia nebuloso, mas as vitórias contra China e Bélgica melhoraram a situação, ainda que os jogos contra Rússia e Japão sejam bastante duros.

“Estou feliz pelo resultado, nós jogamos uma partida realmente boa hoje. No saque, bloqueio, defesa e contra-ataque, apareceram alguns erros. É claro que agora temos de nos preparar para a Rússia. Temos dois jogos duros pela frente e meu sonho é que a gente decida o título contra o Japão, no domingo”, disse o técnico.

“Nós fizemos um ótimo jogo hoje. Nosso saque e nosso bloqueio estão melhorando e tudo isso contribuiu para a vitória”, adicionou a capitã Fabiana.

A tônica do jogo foi um favorito Brasil massacrando a Bélgica como quis. Para se ter uma ideia, Thaísa fez 7 pontos apenas no saque. Ela foi o destaque da partida, com 13 tentos marcados. No primeiro set, o Brasil chegou a fazer nove pontos seguidos, para conseguir fechar o set com placar mais díspar desta fase final do GP.

O restante do jogo foi parecido. Apenas no terceiro set as belgas conseguiram equilibrar o marcador no início do jogo, mas não foi suficiente para colocar em risco a supremacia do Brasil. Além de Thaísa, destacaram-se Fabiana, com quatro pontos de bloqueio, e Jaqueline, com nove pontos no ataque.

Be the first to comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: