Recuperação de Lesões Desportivas: Gelo ou Calor?

garota-lesionada-1

As lesões são um problema constante com o qual os atletas se deparam. No entanto, não são uma realidade exclusiva dos atletas e podem acontecer com maior ou menor gravidade à população em geral.

As lesões agudas ocorrem, por exemplo, imediatamente após um traumatismo de lesão. Este terá sinais e sintomas precoces, onde a fase inflamatória aparece com sintomas inequívocos como: calor (energia metabólica irradiada), rubor (vasodilatação e aumento da vascularização); edema e/ou hematoma local (exsudado inflamatório e/ou hemorragia) e dor. O conjunto destes sintomas levam a uma limitação/incapacidade funcional que será tanto mais acentuada quanto maior for a gravidade e a extensão da lesão inicial. As lesões crónicas caracterizam-se pela manutenção de sinais e/ou sintomas por um período mínimo de 3 meses, sem que haja um alívio completo dos mesmos. Condicionam a atividade e podem sofrer períodos de agudização que desencadeiam uma resposta inflamatória impeditiva de qualquer tipo de treino.

GELO OU CALOR

O frio já era utilizado para tratar vários problemas médicos desde os Gregos e Romanos. No século XX realizaram-se muitos estudos para determinar qual o melhor método para o tratamento das lesões: frio ou calor. No fim do século as pesquisas centravam-se na procura de compreender porque é que as aplicações de frio eram benéficas e como e quando deveriam ser realizadas. As terapias usando o calor (termoterapia) e usando o frio (crioterapia) não levam à cura de nenhuma lesão. Porém, são instrumentos importantes que auxiliam no tratamento de varias patologias. Cada uma das modalidades apresentam características próprias:

 

GeloCalor
Diminuição da circulaçãoAumento da circulação
Diminuição do metabolismoAumento do metabolismo
Diminuição da inflamaçãoAumento da inflamação
Diminuição da dor (anestesia)Diminuição da dor (analgesia)
Diminuição do espasmo muscularDiminuição do espasmo muscular

 

A terapia com gelo é o melhor tratamento imediado para lesões agudas porque reduz o inchaço e a dor. O gelo é um vasoconstritor e limita a hemorragia interna no local da ferida. Em caso de lesão aplique gelo várias vezes por dia, durante 48h.

Por sua vez, a terapia de calor é geralmente usada em lesões crónicas ou lesões que já não apresentam inflamação ou inchaço. Como o calor aumenta a circulação e a temperatura, não se deve aplicar calor em lesões agudas que apresentem sinais de inflamação.

Tanto o calor como o frio não devem ser aplicados diretamente no corpo. A forma mais correta de aplicação será através da utilização de uma toalha entre a pele e as fontes de aquecimento/arrefecimento, de forma a prevenir queimaduras.

Contudo, logo que possível, deve realizar uma consulta médica para obter um diagnóstico da lesão e receber, se necessário, o tratamento.

Be the first to comment

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: